Empresa

Processos de fabricação

1. Pesagem A preocupação com a tecnologia, qualidade e inovação está sempre presente nas Louças Sanitárias Celite. Conheça, aqui, o processo de fabricação de nossos produtos.

2. Moagem Adiciona-se água às matérias-primas que, durante 20 horas, são moídas e como resultado obtém-se a barbotina ou massa líquida.

3. Fundição A barbotina é colocada em fôrmas de gesso que adquiri a conformação do molde em 1h30m, resultando na peça crua. Sempre preocupada com a qualidade, a Celite tornou-se novamente pioneira no Brasil, ao introduzir o maior avanço tecnológico do setor: a fundição sob pressão. O processo de fundição mecanizada apresenta inúmeras vantagens como: racionalização de espaço e trabalho, produtividade e, acima de tudo, a superior qualidade final do produto.

4. Esmaltação Após um período de secagem em estufas especiais, as peças são esmaltadas em 3 camadas com revólver de ar comprimido.

5. Queima As peças são queimadas por aproximadamente 13 horas, em fornos túneis a uma temperatura de 1220ºC.

6. Classificação Todos os produtos são rigorosamente testados e classificados de acordo com normas internacionais de qualidade. Também são realizados testes funcionais com volume normal de água para verificar se o produto está adequado às norma da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e aos padrões de funcionamento exigidos pelo mercado internacional. Defeitos estéticos, como bolhas e furos, deformações, falhas no esmalte, manchas ou sujeiras provenientes da queima não são tolerados. Caso o padrão de qualidade não seja atingido, o produto é quebrado e a qualidade final garantida. Por todos esses motivos a Celite possui o Selo de Qualidade da Associação Canadense de Padronização e da Associação Internacional dos Oficiais em Mecânica e Hidráulica.